Escudo de la República de Colombia
Sistema Nacional de Biliotecas - Repositorio Institucional Universidad Nacional de Colombia Biblioteca Digital - Repositorio Institucional UN Sistema Nacional de Bibliotecas UN

Representações sociais de profissionais da saúde sobre as pessoas vivendo com hiv/aids1

Góis, Amanda Regina da Silva and Oliveira, Denize Cristina de and Costa, Solange Fatima Geraldo da and Oliveira, Regina Celia de and Abrão, Fatima Maria da Silva (2017) Representações sociais de profissionais da saúde sobre as pessoas vivendo com hiv/aids1. Avances en Enfermería, 35 (2). pp. 169-178. ISSN 2346-0261

Texto completo

[img]
Vista previa
PDF - Versión Publicada
Available under License Creative Commons Attribution.

131kB
[img]
Vista previa
PDF - Versión Publicada
Available under License Creative Commons Attribution.

131kB

URL oficial: https://revistas.unal.edu.co/index.php/avenferm/ar...

Resumen

Objetivo: Compreender as representações sociais de profissionais da saúde sobre os grupos de pessoas vivendo comhiv/aids.Metodologia: Trata-se de estudo qualitativo, descritivo, exploratório e de teoria das representações sociais. Como cenário, selecionaram-se sete Serviços de Atenção Especializada e um Centro de Testagem e Aconselhamento da capital de um estado do nordeste brasileiro. Quarenta e cinco profissionais de saúde constituíram a amostra. Os dados foram coletados entre dezembro de 2012 e maio de 2013 por meio de roteiro de entrevista semiestruturado. A análise de conteúdo do tipo temática categorial procedeu-se com o auxílio do software qsr nvivo 9.0.Resultados: Emergiram as seguintes categorias temáticas: O homossexual e as sexualidades desviantes; A criança e o adolescente herança da transmissão vertical; A mulher e a feminização do vírus; O idoso, a manutenção da sexualidade e o risco da transmissão; e O pobre e o processo de pauperização da doença. Evidencia-se que ocorreram transformações nas representações sociais de profissionais da saúde sobre os grupos de pessoas vivendo com hiv/aids, considerando-se elementos críticos da vulnerabilidade, como gênero e sexualidade, classe social e faixa etária. Conclusão: As questões relacionadas a conflitos e discussões sobre gênero, sexualidades desviantes e direitos sexuais e reprodutivos precisam ser inseridas na formação e educação permanente de profissionais da saúde para toda a população sexualmente ativa. A condição de vulnerabilidade entre crianças,adolescentes e mulheres heterossexuais, ainda não é compreendida de forma que favoreça atitudes de apoio emocional para o enfrentamento.

Tipo de documento:Artículo - Article
Palabras clave:HIV, Síndrome de Imunodeficiência Adquirida, Promoção da Saúde, Pessoal de Saúde, Pesquisa Qualitativa
Temática:6 Tecnología (ciencias aplicadas) / Technology > 61 Ciencias médicas; Medicina / Medicine & health
Unidad administrativa:Revistas electrónicas UN > Avances en Enfermería
Código ID:60446
Enviado por : Dirección Nacional de Bibliotecas STECNICO
Enviado el día :28 Noviembre 2017 15:48
Ultima modificación:28 Noviembre 2017 15:48
Ultima modificación:28 Noviembre 2017 15:48
Exportar:Clic aquí
Estadísticas:Clic aquí
Compartir:

Solamente administradores del repositorio: página de control del ítem

Vicerrectoría de Investigación: Número uno en investigación
Indexado por:
Indexado por Scholar Google WorldCat DRIVER Registry of Open Access Repositories OpenDOAR Metabiblioteca BDCOL OAIster Red de repositorios latinoamericanos DSpace BASE Open archives La referencia Colombiae Open Access Theses and Dissertations Tesis latinoamericanas CLACSO
Este sitio web se ve mejor en Firefox