Escudo de la República de Colombia
Sistema Nacional de Biliotecas - Repositorio Institucional Universidad Nacional de Colombia Biblioteca Digital - Repositorio Institucional UN Sistema Nacional de Bibliotecas UN

Desigualdade social, delinquência e depressão: um estudo com adolescentes em conflito com a lei( )

Souza de, Elza Maria and Pires da Silva-Abrão, Fernanda Pires and Oliveira-Almeida, Janayana (2012) Desigualdade social, delinquência e depressão: um estudo com adolescentes em conflito com a lei( ). Journal of Public Health; Vol. 13, núm. 1 (2011); 13-26 Revista de Salud Pública; Vol. 13, núm. 1 (2011); 13-26 0124-0064 .

Texto completo

[img]
Vista previa
PDF
199kB
[img] Sin Definir

URL oficial: http://revistas.unal.edu.co/index.php/revsaludpubl...

Resumen

Objetivo Avaliar a autopercepcão do estado de saúde de adolescentes em confronto com a lei, obter informações relativas ao relacionamento desses adolescentes e a instituição destinada a oferecer atividades socioeducacionais e propor urna intervenção de reintegração social. Métodos Estudo qualiquantitativo incluindo um estudo transversal e uma observação de processo entre fevereiro e julho de 2006 com 51 adolescentes em confronto com a lei, atendidos no Centro de Desenvolvimento Social de Ceilándia (CDSC), Distrito Federal, Brasil. Jovens de 14 a 19 anos completaram questionários auto-respondíveis contendo variáveis sócio-demográficas e variáveis referentes ao estado de saúde. Durante a coleta de dados foram feitas observações sobre a opinião dos profissionais, dos pais e dos adolescentes, utilizando-se um diário de campo  a fim de entedendermos a relação entre instituição, cuidadores e usuários do referido Centro. Resultados 78,4 % dos entrevistados referiram estado de saúde muito bom ou bom. No entanto, 70,6 % dos jovens referiram algum agravo á saúde. Irritabilidade fácil foi o agravo mais referido (25,5 %), seguido por problemas para dormir (19,6 %), dificuldade de concentração (13,7 %) e alergia (13,7 %). Os dados qualitativos sugeriram possível desconfiança mutua entre usuários e profissionais do CDSC e os adolescentes nele atendidos. Conclusão Os resultados sugerem alta prevalência de sintomas de depressão. É possível que a irritabilidade fácil esteja relacionada á delinqüência na amostra, no entanto, essa relação não foi investigada, merecendo pesquisas futuras para subsidiar políticas públicas em países da América Latina, onde a violência juvenil tornou-se um problema de saúde pública., Objetivo Avaliar a autopercepcão do estado de saúde de adolescentes em confronto com a lei, obter informações relativas ao relacionamento desses adolescentes e a instituição destinada a oferecer atividades socioeducacionais e propor urna intervenção de reintegração social. Métodos Estudo qualiquantitativo incluindo um estudo transversal e uma observação de processo entre fevereiro e julho de 2006 com 51 adolescentes em confronto com a lei, atendidos no Centro de Desenvolvimento Social de Ceilándia (CDSC), Distrito Federal, Brasil. Jovens de 14 a 19 anos completaram questionários auto-respondíveis contendo variáveis sócio-demográficas e variáveis referentes ao estado de saúde. Durante a coleta de dados foram feitas observações sobre a opinião dos profissionais, dos pais e dos adolescentes, utilizando-se um diário de campo  a fim de entedendermos a relação entre instituição, cuidadores e usuários do referido Centro. Resultados 78,4 % dos entrevistados referiram estado de saúde muito bom ou bom. No entanto, 70,6 % dos jovens referiram algum agravo á saúde. Irritabilidade fácil foi o agravo mais referido (25,5 %), seguido por problemas para dormir (19,6 %), dificuldade de concentração (13,7 %) e alergia (13,7 %). Os dados qualitativos sugeriram possível desconfiança mutua entre usuários e profissionais do CDSC e os adolescentes nele atendidos. Conclusão Os resultados sugerem alta prevalência de sintomas de depressão. É possível que a irritabilidade fácil esteja relacionada á delinqüência na amostra, no entanto, essa relação não foi investigada, merecendo pesquisas futuras para subsidiar políticas públicas em países da América Latina, onde a violência juvenil tornou-se um problema de saúde pública.

Tipo de documento:Artículo - Article
Palabras clave:Adolescente, depressão, delinqüência juvenil, autopercepção, estado de saúde, iniqüidade social, Adolescente, depressão, delinqüência juvenil, autopercepção, estado de saúde, iniqüidade social
Unidad administrativa:Revistas electrónicas UN > Revista de Salud Pública
Código ID:33645
Enviado por : Dirección Nacional de Bibliotecas STECNICO
Enviado el día :01 Julio 2014 10:01
Ultima modificación:18 Agosto 2014 20:24
Ultima modificación:18 Agosto 2014 20:24
Exportar:Clic aquí
Estadísticas:Clic aquí
Compartir:

Solamente administradores del repositorio: página de control del ítem

Vicerrectoría de Investigación: Número uno en investigación
Indexado por:
Indexado por Scholar Google WorldCat DRIVER Registry of Open Access Repositories OpenDOAR Metabiblioteca BDCOL OAIster Red de repositorios latinoamericanos DSpace BASE Open archives La referencia Colombiae Open Access Theses and Dissertations Tesis latinoamericanas CLACSO
Este sitio web se ve mejor en Firefox